• Bruno Costa

Saiba como usar a Comunicação Efetiva

Atualizado: Abr 27


Em seu livro “Linguística e Comunicação”, Romam Jakobson definiu comunicação como “qualquer ato de fala que envolve uma mensagem e quatro elementos que lhe são conexos: o emissor, o receptor, o tema da mensagem e o código utilizado”, ou seja, estão envolvidos na comunicação a pessoa que transmite a mensagem, a que a recebe, a mensagem em si e a forma como ela é transmitida (seja através de uma conversa cara a cara, pelo telefone, mensagens de texto, etc.).


Quando levamos isso para um contexto de ambiente de trabalho, podemos observar que a comunicação é a peça fundamental para o funcionamento de uma empresa. Ela está presente em todos os níveis hierárquicos das organizações. E é com ela que nós podemos compartilhar informações, expressar ideias e criar vínculos com as pessoas, tanto pessoal quanto profissional.


A falta de clareza na fala de um gestor pode causar queda no desempenho da sua equipe, gerando um certo pânico, como Caroline Marino apresenta em seu artigo “Como se comunicar melhor”, publicado pela revista Você S/A, edição de Abril de 2020. Em seu artigo, Marino conta a situação em que um líder de uma empresa de tecnologia teve que comunicar aos seus colaboradores que nos tempos difíceis em que eles se encontravam, talvez fosse necessária uma reforma na equipe. Por conta das palavras escolhidas, cada membro da equipe interpretou a o anúncio de forma diferente, gerando murmúrios sobre demissões e fechamento da empresa, acompanhado de desconforto e baixa produtividade.



Agora, vamos falar da comunicação efetiva. O quê torna a comunicação efetiva? Na comunicação não existe a garantia de que o receptor da mensagem a intercepte corretamente. Podem ocorrer interferências que comprometam o valor da mensagem (dados se perderem ou falha na interpretação das informações) e essas possibilidades impedem que a comunicação atinja o seu potencial máximo. Já a comunicação efetiva só ocorre quando o receptor compreende completamente o que lhe está sendo transmitido. Lembrando que a efetividade da comunicação não está apenas nas mãos do ouvinte. Ambas partes da conversa devem estar conectadas, utilizando de linguagem apropriada para cada situação, mas além disso também cabe ao locutor perguntar se o locutário (aquele com quem se fala) compreendeu o que foi dito.


Colocando em prática a Comunicação Efetiva


· Seja direto/claro. Evite excesso de informações que possam causar confusão e possível desinteresse;

· Procure saber se o interlocutor entendeu a mensagem. Diga “o quê eu disse fez sentido?” ou “você entendeu?”;

· Seja empático. Fale "Entendo o seu ponto de vista" ao invés de "Você está errado" Lembre-se, você deve se conectar com seu interlocutor;

· Faça o uso de linguagem apropriada. Seja ela formal ou não, perceba qual faz mais sentido para cada situação;

· Esteja aberto a novas ideias que possam sair da conversa.

Em suma, a clareza e postura do orador é importantíssima para a comunicação. Com isso em mente, na próxima vez que você tiver que transmitir uma mensagem, seja em uma reunião da empresa, e-mail ou com alguém importante, tenha sempre um roteiro preparado. Nesse roteiro estabeleça o tempo estimado para a mensagem ser passada (contando com a cooperação dos participantes da reunião), quais assuntos serão abordados, exemplos práticos e um momento específico para feedback.


#ComunicaçãoEfetiva #Comunicação #Dicas #Negócios #ComoSeComunicarMelhor

35 visualizações

©2020 por Media Coast.